Correria geral na SEEC para convocar concursados/as de 2011

Uma verdadeira corrida contra o tempo, pois dia 28 de fevereiro termina o prazo de validade do concurso da SEEC/RN 2011 e por conseguinte para convocação dos/as concursados/as deste certame por vontade própria do Governo do RN.

Nessa madrugada, a radiocirandeira obteve informação de fonte segura da própria SEEC/RN, que a lista para convocação que inicialmente teria por base a quantidade da lista das chamadas sem efeito – que inclusive teve 35 professores/as convocados/as que publicamos ontem, dia 18 – está sendo repensada e principalmente ampliada em virtude da pressão dos concursados/as.

A nova lista de convocados/as que deve ficar pronta hoje dia 19, mesmo com as dificuldades para fechar a lista, como a demora das DIREDs em passar as informações sobre as reais demandas de pessoal nas escolas, por exemplo, a primeira DIRED só veio a entregar ontem  sua relação com as vacâncias.

Acreditamos que agora sairá uma convocação ampla, pois o Secretário Adjunto afirma que existem 1.900 (mil de novecentos) processos de aposentadoria aguardando e que o governo pretende aposentar todos, bem como atender aos devidos pedidos de licenças.

Um dos debates vai ser o seletivo para contratação de professores temporários, não seria melhor nessas ocasiões utilizar primordialmente a hora suplementar quando existe professor do quadro que possa assumir?

Um edital de vagas poderia ser apresentado pelo estado para suplementação com cargos efetivos e só então com o resultado abriria contrato para temporários.


Convocações são frutos da organização e lutas

concursados2011 - Copia

Desde 2012, os/as concursados da SEEC 2011 reivindicam o direito a convocação. Os números das convocações dos governos de Rosalba Ciarline e Robson Farias ainda são inferiores a demanda por profissionais nas escolas do Estado. Foram inúmeras mobilizações pelas redes sociais, reuniões, audiências com a promotoria pública, ações na justiça pela garantia do direito a convocação.

Não se pode dizer que foi um caminhar solitário, pois centenas de professores estiveram juntos e fortalecidos na luta e sonho pela convocação já.

O SINTE durante o governo de Rosalba ainda teve alguma intervenção exigindo a convocação, mas sem querer abraçar a pauta dos concursados/as, que mesmo procurando pelo sindicato, sua direção não deu muita atenção.Ao assumir o novo governo do estado, a pressão dos concursados não era bem vista, ai o SINTE fez “corpo mole” sem querer pressionar o governo do qual é base aliada.

Para os concursados a luta independe de qual grupo político esteja na gestão pública, a organização e pressão ajuda a qualquer governo avançar no atendimento as necessidades por políticas públicas e ações sociais. Pois administrar exige tomar decisão, e no jogo democrático no capitalismo, ganha mais quem mais tem força política para fazer pressão.

Os concursados reconhecem que nesses cinco anos a organização cresceu e fortaleceu a luta por “convocação já” com o apoio da CTB que de pronto abraçou a causa sendo fundamental na mobilização pelas redes sociais com a radiocirandeira como aliada, grupos do face book, whastApp e outros meios.

No “apagar das luzes” do concurso da SEEC 2011, os/as concursados/as têm a certeza que a luta pelo direito a convocação é justa, mas entendem que o melhor seria o governo do Estado fazer a convocação de todos e todas aprovados/s no concurso. Porém asseguram que caso não se efetive a convocação, estes têm 120 dias para entrar com mandado de segurança e cinco anos para entrar com ação ordinária exigindo o legítimo direito de ser nomeado, de acordo com o exposto no edital que rege o concurso do qual se submeteram.

Desse caminhar fica a certeza que os/as concursados da SEEC 2011 criou uma nova cultura na luta por direitos. E quando se referem ao direito, estes ampliam na perspectiva de garantir o numero e qualidade necessários de professores em sala de aula, como um passo importante para a melhoria da educação e construção de uma PÁTRIA EDUCADORA.

Anúncios

Sobre mundosofismo

Somos educadores populares e acreditamos na teoria de educação freirena, este espaço se destina a comunicação popular nas mais variadas mídias e formas. Buscamos colaborar com a liberdade de expressão através da defesa absoluta da democratização da mídia, colaborando com causas e movimentos e seus protagonistas nas lutas em todas os meios inclusive através do ciberativismo em Rede Mundial de Computadores.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s