TEM VAGA SIM! CONVOCAÇÃO JÁ!!!!

Entre escolas sem professor, estudantes sem aula, ou aula pela metade e a convicção de que essa realidade para ser transformada exige atitude cidadã, profissionais de suporte pedagógico, séries iniciais e todos os componentes pedagógico do concurso da SEEC 2011 ocupam as ruas, as mídias sociais, a promotoria pública, as salas de reuniões na CTB para garantir convocação já!!!

O Rio Grande do Norte tem a sétima pior educação do país, dado que compromete o presente de uma geração, que por não ter as condições necessárias para estudar, está condenada a ser geração “sem futuro”. Como assim? Que estado é esse que não cuida da juventude? Entender essa realidade nos remete a uma leitura histórica e relacional. A realidade de hoje foi construída com atitudes, ou falta desta, tanto por parte da sociedade, como por parte da gestão publica. Se a educação está em crise, estado e sociedade têm responsabilidade com esse desfecho.

Como ter uma educação de qualidade se não existe professores em quantidade para todos os componentes curriculares? se falta suporte pedagógico nas escolas? Vamos deixar nossos jovens perderem os melhores anos de suas vidas fazendo de conta que estudam, professores/as fazendo de conta que ensinam e o estado e a sociedade fazendo de conta que está tudo bem? Entendemos que temos um governo com uma herança dos “desgovernos” anteriores. Esse é o momento para abrir amplo debate sobre a realidade da educação, convocar a sociedade para enfrentar os gargalos, a cultura viciada que paralisa, e juntos, Estado e sociedade ter atitudes para transformar a educação no Rio Grande do Norte.

Nessa caminhada, para nossa surpresa e alegria, nos deparamos com a noticia em que o governador Robson Faria afirma publicamente que existem 1400 ( Mil e quatrocentas) vagas, nós na CTB já contamos mais de 2400 (duas mil e quatrocentas) dados que só confirma nossa fala, nós profissionais de todos os componentes curriculares, séries iniciais e suporte pedagógico aprovados/as no concurso 2011, e respalda a nossa luta. Isso quer dizer que temos o direito e existe a vaga.

No entanto, gostaríamos de dizer ao governador que o caminho mais correto é convocar todos e todas aprovadas do concurso da SEEC 2011. Um novo concurso é uma medida arbitrária sem essas convocações. E pior ainda é lançar um edital para seleção de temporários para novamente ocuparem vagas de suporte pedagógico, séries iniciais, e componentes curriculares que devem ser efetivados, a não ser que seja para substituir temporariamente professores afastados por motivos diversos. Gostaríamos, de nesse momento ter um sindicato que saísse na defesa dos/as concursados/as da SEEC 2011, solicitando convocação já!!!

Com estas palavras queremos nos desinstalar e provocar a reflexão e ação. Pela primeira vez na história da educação desse estado, temos milhares de profissionais de suporte pedagógico, séries inicias e componentes curruculares mobilizados através da CTB, na luta pela convocação imediata dos aprovados no concurso 2011, mas sobretudo, por uma educação de qualidade, uma Pátria Educadora. Essa fato é relevante para a educação no estado, pois a luta cresce e ganha as ruas do estado. Os professores e as professoras, suporte pedagógico e séries iniciais permanecem realizando reuniões, ocupam as mídias sociais, realizam mutirões para levantamento de dados sobre a realidade da educação e buscam identificar vagas escondidas em vacâncias não publicadas no DOE, e sob o pretexto de carga horária suplementares, desvio de função, contratos temporários, entre outros fatos que mascaram a realidade da educação.

Nós aprovados no concurso SEEC 2011, permanecemos mobilizados e organizados e decididos à lutar na justiça para garantir o nosso direito de sermos nomeados e de garantir o direito dos estudantes de ter profissionais da educação em sala de aula com a quantidade e qualidade necessárias que só podem ser alcançados via concurso público para o quadro permanente. Nessa caminhada somos representados pela Central dos Trabalhadores e Trabalharas do Brasil – CTB, e com o apoio da Rádio Cirandeira.

Se você chegou até aqui na leitura, você é um de nós. Aproveitamos para convocar você a fortalecer nossa luta e juntos entrarmos na justiça para garantir a convocação e nomeação de todos e todas nós. A CTB orienta que procurem a advogada Ana Lia Gomes, uma ctbista para mover ação na defesa do legítimo direito.

CONVOCAÇÃO JÁ!!!
QUEREMOS JUSTIÇA!!!

banner

Anúncios

Sobre mundosofismo

Somos educadores populares e acreditamos na teoria de educação freirena, este espaço se destina a comunicação popular nas mais variadas mídias e formas. Buscamos colaborar com a liberdade de expressão através da defesa absoluta da democratização da mídia, colaborando com causas e movimentos e seus protagonistas nas lutas em todas os meios inclusive através do ciberativismo em Rede Mundial de Computadores.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

9 respostas para TEM VAGA SIM! CONVOCAÇÃO JÁ!!!!

  1. Professores de Artes disse:

    O Seletivo seria para as disciplinas de física, química, matemática, inglês… Agora incluírram ARTES… ABSURDO, pois existem vários professores aguardando convocação.

    O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura, realiza Processo Seletivo Simplificado para Contratação Temporária de Professores. Estão sendo ofertadas 187 vagas distribuídas entre as disciplinas de Língua Inglesa, ARTES, Física, Língua Espanhola, Matemática, Química, Ensino Religioso e Sociologia.
    As inscrições são realizadas exclusivamente via internet, a partir do dia 19 de outubro de 2015 até às 14:00 hs do dia 21 de outubro de 2015, observado o horário oficial local. O Edital do Processo Seletivo, a Ficha de Inscrição e o Formulário de Interposição de Recurso estão disponibilizados no endereço eletrônico http://www.escoladegoverno.rn.gov.br

  2. Professores de Artes disse:

    falo com certeza que existem professores de ARTES, pois estou aprovado e conheço outros que estão na mesma situação. Então pra quê seletivo na área de artes?

  3. Igor disse:

    É um absurdo anunciarem um novo concurso sabendo-se que existe um concurso que ainda está em vigor e possui professores aprovados, esperando a tão almejada convocação. Como que a educação avançará desse jeito, se os professores são tão desprestigiados e desrespeitados dessa forma? Penso que seria até uma forma do Governo do nosso Estado honrar a classe docente, fazendo uma ação que não seria mais do que a sua obrigação, mas que significaria um compromisso para conosco, após supridas todas as demandas e défices do quadro educacional, aí sim abriria-se edital para um novo concurso. Outra coisa que me angustia, é o que me parece um total descompromisso com a educação. Não é pensada em realmente transformar ou elevar a educação, sabemos que somente através da educação, com escola pública de qualidade e professores motivados, é que transformaremos a educação e a sociedade; no entanto o que se percebe, como observado no concurso de 2011, é a falta de um estudo sério, levantando as vacâncias, desvios de função e sendo o caso a criação de novas vagas no quadro de professores do Rio Grande do Norte para então lançarem um edital para um concurso para Professor.

  4. Igor disse:

    Caros Aprovados das disciplinas de Filosofia, Sociologia e Artes, infelizmente tornou-se público e notório, devido a prática reiterada, o desrespeito que há com as nossas disciplinas, pois, como a carga horário é pequena, ou seja,´muito aquém do que deveria, sendo apenas uma hora por semana para cada turma, usam-nas como “tapa buraco” para completar a carga horária dos professores de outras disciplinas, menosprezando a própria estrutura curricular que esses cursos oferecem, bem como as aptidões e competências que os licenciados podem ajudar a desenvolver no seu alunado; penso que se realmente fosse feito um estudo ou investigação, e ,também, uma fiscalização com os profissionais que estão com desvio de função e dando aula de outras matérias nas quais não possuem formação, apareceriam inúmeras vagas para gente. Não tem condições, por exemplo, no caso de filosofia, só necessitarem de 6 profissionais e mais recentemente esse número subiu para 9, entretanto eram 32 municípios circunscritos no polo III, será que temos tantos professores assim dessas matérias? Veja que professores de outros componentes eletivos, que possuem uma carga horária maior, como: português, geografia, história etc., e que são convocados em uma quantidade bem superior aos das três que citei inicialmente; já há défice, imagine nas de artes, filosofia e sociologia que são chamadas em um número menor de vagas e consequentemente já existe uma escassez, sem falar que défice /carência histórica, devido ter passado tanto tempo longe dos currículos escolares (no caso da filosofia).
    É, meus amigos e colegas. É muito complicado a nobre profissão do Professor/Educador, porque só encontramos entraves e óbices, enquanto queremos lecionar, entrar para o serviço público, exercendo esse nobre ofício e artes, onde tenho certeza que estamos fazendo-a por amor, somos rechaçados; orá, deveríamos ser louvados por queremos exercê-la em uma Estado e Pais que só nos escanteia, massacra e nos humilha. Não sou afeito a jorgões, mas aquele que diz que “ser professor/educador é um sacerdócio” é bastante coerente, já que sintetiza muita coisa que passamos e sentimos.
    Já ensino na rede privada, mas não se compara em ensinar e trabalhar para o desenvolvimento da educação do seu Estado e Nação. Que profissão bela é a nossa, contribuímos para o desenvolvimento de um ser humano. Um professor pode mudar a vida de uma pessoa. O professor marca da vida de um sujeito e imprime coisas que repercutem para além da nossa própria existência, não sabemos ao certo até que ponto nossa influência reverbera dentro do sujeito e na sua vida.

    • Professores de Artes disse:

      Caro professor, é exatamente dessa forma que o governo federal e estadual vem mascarando as disciplinas específicas, principalmente as que você citou de forma bastante coerente. As políticas públicas educacionais ficam em sua grande parte apenas no papel, com isso diria que os “Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN´S), informam quanto a formação de cada disciplina, mas infelizmente isso não é praticado.
      Amanhã estarei pela primeira vez no encontro da CTB, será fácil de encontrar-me, pois tenho orgulho de ser educadora na área de Artes. Soube dessa luta através de um amigo e certamente irei somar nessa jornada em prol da educação do nosso estado.

  5. JOSÉ ARAÚJO CID disse:

    Existem em todos os colégios ASGs em secretarias porque não querem exercer sua profissão que lhe é de direito. Se ele é ASG, exerça a sua profissão, pois em secretaria é para o técnico D que não existe e se não existe a secretaria do Colégio deveria ser administrada por um professor readaptado. Mas a onde é que esses professores estão? Estão na sala de vídeo, no laboratório de Informática e na sala de multi mídia tomando o lugar de um Suporte Pedagógico. A secretaria deveria rever essa situação ou a CTB, como eu falei na última reunião que tivemos.Resumindo em cada colégio faltam 9 suportes Pedagógicos.. ou seja 3 Suportes matutinos, 3 vespertinos e 3 noturnos. Mas esse trabalho está sendo feito pelo professor de sala de aula, pois quando ele vai iniciar a sua aula já tem gastado 30 minutos de aula, eu digo por mim. quando preciso do data Show eu é quem devo instalar porque não existe o Suporte Pedagógico.( Professor CID)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s