Inclusão digital na escola e utilização de TIC nos encontros educativos é uma realidade distante no RN

Nós educadores e educadoras podemos colaborar com a inclusão digital de nossos educandos e nossas educadas nas escolas, com a abertura e crianção de espaços de acesso em laboratórios, em tablets, smartfones, internet, multimeios e hipermeios utilizando radiodifusão aberta para toda e escola, criando um ecossistema digital de produção e acesso a conteúdos em Rede Mundial de computadores.

Laboratório de Informática FNDE – Foto Ilustrativa do Google Imagens

Laboratório de Informática FNDE – Foto Ilustrativa do Google Imagens

Claro que teremos que encarar o desafio de utilizar ferramentas que permitam gerenciar a nossa capacidade e o bom uso da rede, bloqueando sites impróprios, teremos que decidir se a banda de internet é boa o suficiente para suportar utilização de chamadas de vídeos e áudios entre outros detalhes.

Na verdade teremos que decidir encarar o debate e as ações de inclusão digital, pois é inegável o papel da Internet na democratização e universalização do conhecimento e na quebra do monopólio das comunicações ao permitir dar voz a todos e todas, criando blogs, páginas e interagindo com redes sociais dos mais diversos tipos.

Os recursos disponíveis em Rede Mundial de Computadores é muito grande aproximadamente 5 milhões de terabytes  de obras, dados , programas e uma enorme diversidade multimidiática, sendo fonte para que sejam elaboradas diversas atividades de ensino-aprendizagem.

Desde a pesquisa e até a produção de conteúdos em hipertexto som, imagem e video, tudo é possível de ser feito. Sendo uma ferramenta excelente para trabalhar com todos os públicos, por possuir uma enorme diversidade de dados que possibilita trabalhar com os referenciais de praticamente todos e todas.

Computador com Projtor e Acesso em Rede Mundial de Computadores via rádio com Antena possuindo Quadro Digital entregue a praticamente todas as escolas do RN.

Computador com Projetor e Acesso em Rede Mundial de Computadores via rádio com Antena possuindo Quadro Digital entregue a praticamente todas as escolas do RN. FOTO FNDE.

Provavelmente um dos maiores medos dos educadores e educadoras, com relação a abertura do acesso da internet na escola seria seu mau uso, pois na internet existem conteúdos desaconselháveis e alguns até perigosos. Mas o mundo é assim, esta é uma oportunidade de orientar os pais, as crianças, e os jovens sobre os perigos da Internet por exemplo nas redes sociais, nos sites, nos correios de e-mail, enfim na da internet como um todo.

Concordo plenamente com Paulo Freire no seu livro “Ação Cultural para a Liberdade e outros escritos” onde afirma que “seria uma outra espécie de irracionalismo, o de conceber a tecnologia como uma entidade demoníaca, acima dos seres humanos. Vista criticamente, a tecnologia não é se não a expressão natural do processo criador em que os seres humanos se engajam no momento e forjam o seu primeiro instrumento com que melhor transformam o mundo (…) Considerando que a tecnologia não é apenas necessária, mas parte do natural desenvolvimento dos seres humanos”. (1982, 82 – 84)

O principal que vejo nesta questão é que todos tem direito de ter acesso a todas as tecnologias criadas pela humanidade, e ninguém pode ser mantido excluído digitalmente, certamente a pior de todas as exclusões, tendo por base o medo do seu uso, pois isso seria dizer que não se pode dar um lápis para uma criança porque ela pode vir a riscar a parede da escola e por esse motivo deve permanecer analfabeta.

A inclusão digital é uma necessidade imediata, pois temos laboratórios parados nas escolas, temos internet de uso privativo da função meio que é a secretaria e que não pode ser utilizado pelos alunos, isso é algo que precisamos mudar, principalmente se existem estudantes que não possuem nenhum outro meio de acesso em Rede Mundial de Computares, ai sim se torna uma forma derradeira de fixação da exclusão digital na vida daquele indivíduo.

Alessandro da Silva Maia

Professor de Filosofia da Rede de Educação do Estado do RN

Sobre mundosofismo

Somos educadores populares e acreditamos na teoria de educação freirena, este espaço se destina a comunicação popular nas mais variadas mídias e formas. Buscamos colaborar com a liberdade de expressão através da defesa absoluta da democratização da mídia, colaborando com causas e movimentos e seus protagonistas nas lutas em todas os meios inclusive através do ciberativismo em Rede Mundial de Computadores.
Esse post foi publicado em TIC e Educação e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s