São Miguel das Missões está se tornando uma cidade digital

Município finaliza instalação de infraestrutura física e agora deve contratar serviço de internet

Placa na entrada da Prefeitura de Sâo Miguel mostra projeto Cidades Digitais em implantação no município

Placa na entrada da Prefeitura de Sâo Miguel mostra projeto Cidades Digitais em implantação no município

O Cidades Digitais, do Ministério das Comunicações (Minicom) já está virando realidade em São Miguel das Missões. Em processo de implantação desde o início do ano, o projeto permitirá a interligação das redes de computador do município em melhor velocidade, a implantação de programas em benefício da população e a oferta de internet de banda larga gratuitamente à população.

Segundo o secretário municipal da Fazenda, Francisco Schappo, que participou no final de outubro de uma reunião em Brasília, onde foram convidados todos os municípios beneficiados com o Cidades Digitais, em São Miguel das Missões o projeto está em processo de conclusão da infraestrutura física. Já foi realizada a interligação entre os computadores, através de cabos de fibra óptica, e o município aguarda agora a publicação de edital para contratar serviço de internet.

Secretário municipal da Fazenda, Francisco Schappo, explica andamento de implantação do projeto em São Miguel

Secretário municipal da Fazenda, Francisco Schappo, explica andamento de implantação do projeto em São Miguel

“Teremos agora que realizar a operação assistida, que é um processo que vem depois da conclusão da infraestrutura física, capacitar cinco servidores, e depois de seis meses, que é o período que a empresa contratada deve dar assistência, teremos que conduzir o projeto. Então teremos que decidir se a assistência ficará a cargo do município ou terceirizada”, destaca Schappo.

No encontro em Brasília, foram apresentados os aplicativos de software livre que o município pode aderir, integrantes da plataforma e-Cidades. Com a adesão, melhorias para o gerenciamento da saúde, da educação e do setor de tributos, por exemplo, serão implantadas em São Miguel das Missões. “O Cidades Digitais vai trazer grandes melhorias para a população e para os servidores”, resume o secretário da Fazenda.

Benefícios

Dentre os benefícios que serão implantados em São Miguel, na área da saúde estão o controle de estoques, marcação e o registro de consultas. Para a educação, além de oferecer acesso à internet de melhor velocidade para os alunos, nos laboratórios de informática, estão o controle das escolas, do número de vagas, frequência dos alunos e o registro do ponto. “Com relação aos tributos, vamos estudar a mudança de sistema. É possível fazer o pagamento do IPTU, por exemplo, via internet, com a impressão do boleto”, explica Schappo.

“No encontro eu pude enxergar melhor como utilizar toda essa tecnologia que agora temos à disposição. Agora vamos fazer o treinamento de servidores para gerenciar e usar essa rede. Com a publicação do edital, deveremos ter o sistema funcionando em até 60 dias”, acrescenta ainda o secretário. No município, o Minicom investiu R$ 840 mil na instalação dos Cidades Digitais. A contrapartida do município foi a adequação de estruturas, como a reforma de algumas salas, instalação de condicionadores de ar e a contratação do serviço de internet, que deve girar em torno de pouco mais de R$ 5 mil mensais.

Ligação da fibra óptica é feita utilizando rede de postes de energia elétrica

O rápido avanço de São Miguel das Missões no Cidades Digitais foi possível graças à aprovação pela concessionária de energia, a Cermissões, do uso dos postes da rede para a utilização dos cabos de fibra óptica, interligando os computadores de escolas, posto de saúde e Prefeitura. Assim, os órgãos públicos do município já estão com uma rede interna fortalecida, bastando agora a ligação da internet de banda larga.

Conforme o coordenador de implantação da Petcom Peltier, empresa que está implantando a infraestrutura para o Cidades Digitais, Sidnei Mendes, o projeto permite ao município infinitas possibilidades através da rede interna e pela internet, como a possibilidade de videoconferências. A velocidade de transferência de dados pela fibra óptica é de 10 GB/s, centenas de vezes maior que a velocidade oferecida atualmente, de até 100 MB/s.
“Estamos interligando todos os órgãos públicos. Antes havia uma rede para cada local. E tudo é gerenciado dentro da Prefeitura”, explica Sidnei. Com a contratação de internet, será ofertado acesso à rede mundial de computadores em dois pontos do município, com sinal sem fio. Um é no Telecentro, que fica próximo ao Sítio Arqueológico, e outro na Praça Guarani, próximo à Escola Antonio Sepp. Os moradores que estiverem a uma distância de 200 a 300 metros do local terão acesso.

Na Prefeitura ficam os equipamentos para gerenciar rede do Cidade Digital

Na Prefeitura ficam os equipamentos para gerenciar rede do Cidade Digital

No município, será contratada internet na velocidade de 14 MB/s, bem maior que os atuais 2 MB/s disponíveis na Prefeitura. O sinal deve chegar até o município via rádio, para então ser distribuído à rede de fibra óptica. Para gerenciar a rede, foi montada uma sala na Prefeitura, onde foram instalados servidores, switch (espécie de roteador), nobreaks e os softwares de gerência.
Além de Sidnei, estão atuando no Cidades Digitais em São Miguel o técnico em implantação Eddye Fontana e o estagiário do setor de Tecnologia de Informação, Eduardo Mothci.

A Petcom está trabalhando na implantação do Cidades Digitais em Candelária, Jari, Não Me Toque, Nova Bassano, Santo Ângelo e São Miguel, no RS, em uma cidade em Santa Catarina e em oito no Paraná. No país, ao todo são aproximadamente 60 municípios.noticia3823Uma série de aplicativos para gestão pública são oferecidos através do Cidades Digitais

Por Tiaraju Goldschmidt (tiaraju@jornaldasmissoes.com.br)

Fonte: Jornal das Missões

Anúncios

Sobre mundosofismo

Somos educadores populares e acreditamos na teoria de educação freirena, este espaço se destina a comunicação popular nas mais variadas mídias e formas. Buscamos colaborar com a liberdade de expressão através da defesa absoluta da democratização da mídia, colaborando com causas e movimentos e seus protagonistas nas lutas em todas os meios inclusive através do ciberativismo em Rede Mundial de Computadores.
Esse post foi publicado em Cidade Digital, Educação, Oficinas, Saúde e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para São Miguel das Missões está se tornando uma cidade digital

  1. Pingback: Rádio Cirandeira Ultrapassa as 200.000 visualizações | Rádio Cirandeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s