O Apolítico Partido da Cultura, é possível?

Comecei a buscar entender as propostas do PCult, Partido da Cultura, até o momento acredito que alguns pontos precisam ser cotejados, questionados, debatidos e dialogados para que consigamos tecer uma rede conceitual capaz de dar conta das motivações e preceitos que envolvem a articulação deste partido para tanto escolhi algumas falas realizadas em Pelotas que podem ser encontradas no referencial bibliográfico ao final do texto:
1- “o principal fundamento do Partido da Cultura, o qual não configura um partido propriamente dito: “É um movimento suprapartidário, acionador de agentes e partidos políticos que ocupam funções públicas”.
Creio que utilizar o conceito de Partido para uma construção suprapartidária é um equívoco, pois traz em si o conceito da parte, que com outras partes compõe o todo. Outra questão é no que tange ao fundamento, “de ser acionador de agentes e partidos políticos que ocupam função pública”, com essa função o PCult parece mais uma instituição que busca aproximar-se dos mandatos majoritários, dos gestores das políticas públicas, o que me parece preocupante por iniciar com o fundamente com a pirâmide invertida, pois coloca o Estado e seu poder de financiamento no topo da pirâmide ao invés de colocar o processo de tomada de decisão dos coletivos, grupos e participantes como demandantes das ações culturais.
Ao fazer isso parece já ter os objetivos claros, captar o recurso, sem antes dialogar e debater um projeto estratégico que fundamente a captação de recursos e que empodere a população e os agentes culturais, não só economicamente, mas politicamente, construindo uma estrutura de representatividade direta dentro do Partido Supra Partidário, que lhe garanta não ficar refém da política de qualquer partido a que se ligue, ou dirigente captador de recursos.
2- “Políticas públicas não devem estar vinculadas a políticas partidárias e a cultura não pode estar à mercê de um guarda-chuva partidário. Como o PCult não possui comprometimento com grupos políticos, a busca pela solidificação de políticas públicas é tida como uma das prioridades do Partido da Cultura. “Estamos caminhando rumo a conferências nacionais e redes colaborativas para não perder o que está sendo produzido”, diz Manoval”.
Aqui encontro a maior contradição e a que mais me preocupa, o fato de se colocar o PCult como apolítico, uma vez que todos tem grupos políticos e o PCult não é um grupo político? Como conseguiu a façanha de ser apolítico? Essa neutralidade que lhe permite trabalhar com PSDB, DEM, PT, PTB entre outros partidos não é a decisão política de um grupo por acaso?
Outra questão é sobre as políticas públicas, elas dependem hoje do interesse político dos governantes, qual é a estratégia para que essas políticas sejam demandas pela base, pelos grupos (que são políticos) e que não estão no poder?
A parte mais inocente desse discurso é a afirmação de que o PCult não tem comprometimento com grupos políticos, ai amigos gostaria só de fazer uma pergunta, quem tem financiado as ações dos grupos que compõe o PCult? a resposta é os grupos com quem seus integrantes tem compromisso, político e financeiro.
Estas são as minhas preocupações.

Autoria: Rádio Cirandeira

Referencial Bibliográfico: http://macondocoletivo.wordpress.com/2011/05/11/mesa-sobre-o-pcult-no-festivalsatolepcircus/

Anúncios

Sobre mundosofismo

Somos educadores populares e acreditamos na teoria de educação freirena, este espaço se destina a comunicação popular nas mais variadas mídias e formas. Buscamos colaborar com a liberdade de expressão através da defesa absoluta da democratização da mídia, colaborando com causas e movimentos e seus protagonistas nas lutas em todas os meios inclusive através do ciberativismo em Rede Mundial de Computadores.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O Apolítico Partido da Cultura, é possível?

  1. Pingback: Rádio Cirandeira Ultrapassa as 200.000 visualizações | Rádio Cirandeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s