Vejamos cincos exemplos de propagandas explicitamente racistas de empresas e marcas famosas

Vejamos cincos exemplos de propagandas explicitamente racistas:

5 – Anúncio da Dove com conotações racistas.

Racismo Dove

Racismo Dove

Uma propaganda da Dove nos EUA, em 2011, foi acusada de racismo por sugerir que seus produtos embelezam embranquecendo.

A peça em questão divulga o “Dove VisibleCare” e traz uma imagem com três garotas: uma negra, uma com feições latinas e uma branca – nesta ordem.
Atrás delas há duas placas; a da esquerda, identificada com um “antes”, mais avariada que a da direita (“depois”). Só que abaixo do “antes” está a mulher negra, o que criou a impressão de “evolução” de uma cor à outra. Na assinatura, o anúncio informa que ao usar o produto a cliente terá uma “pele visivelmente mais bonita”.

A Dove se defendeu alegando que tudo não passa de uma coincidência.

4 – A Nivea e sua propaganda racista “recivilize-se”

Racismo Nivea

Racismo Nivea

A Nivea foi envolvida num escândalo, em 2011, por conta de uma das suas campanhas publicitárias. Na imagem, um homem negro, barbeado e com o cabelo bem cortado, se prepara para arremessar longe uma versão mais “roots” de si mesmo: cabelo afro e barba por fazer. Aconselhando o uso de um produto da marca, a agênia DraftFCB adotou o seguinte texto: “re-civilize yourself”, algo como “recivilize-se”.

Para não alongar a discussão, a própria Nivea se manifestou. Pelo Facebook, a marca agradeceu pelo feedback e assumiu que a peça é “inapropriada e ofensiva”. “Nunca foi nossa intenção ofender ninguém, e por isso estamos profundamente arrependidos”. Segundo a empresa, o anúncio não será mais usado.

3 – É pelo corpo que se reconhece a verdadeira Negra

Racismo Devassa

Racismo Devassa

Em 2010, uma “peça Publicitária” da Cervejaria Devassa exibe o desenho de uma mulher negra em trajes insinuantes, aparentando ser uma roupa de cabaré e, acima da imagem em letras maiúsculas o seguinte texto: “É pelo corpo que se reconhece a verdadeira Negra”.

Uma imagem que mostra o preconceito e o desrespeito com a mulher negra.

2 – Microsoft manipula foto tirando o negro

Racismo Microsoft

Racismo Microsoft

Numa imagem publicada num site da Microsoft, uma pessoa negra foi substituída por uma branca. Um rapaz viu no site da Microsoft da Polónia uma fotografia com 3 pessoas, numa espécie de reunião: um homem asiático, uma mulher branca e um homem branco. O rapaz reparou um pequeno pormenor: a mão do homem branco era preta.

Resultado, alguém havia modificado a imagem. Então foi ver no site original e lá estava a mesma foto, só que meio diferente: um asiático, uma mulher branca e um homem negro. Alguém tinha alterado a imagem para remover o preto da foto, só que se esqueceram da mão.

A Microsoft já pediu desculpa via Twitter.

1 – A Benetton e a imagem racista o Anjo e Diabo

Racismo Benetton

Racismo Benetton

Em 1991/92, no contexto do fim do apartheid sul-africano, a Benetton lançou a imagem Anjo e Diabo , contendo duas meninas, uma negra e outra branca, se abraçando.

Na peça publicitária a imagem de um anjo (garota branca e loura) e do diabo (garota negra). Fica evidente devido aos formatos dos penteados das meninas: a garota branca tem cachos que lembram uma figura angelical e a menina negra tem duas ondulações que lembram chifres da figura diabólica. Tal imagem retrata a positivização da cor de pele branca e a negativização do negro segundo o ponto de vista da própria sociedade que hipocritamente jamais havia tocado de maneira extravagante neste ponto.

Bom, depois desses 5 casos, com propagandas explicitamente racistas, fica uma dica: “Não consuma de empresa racista”. “Não compre onde você não ver o seu rosto”.

Você conhece outras propagandas com racismo explicito? Manifeste sua opinião e contribua denunciando qualquer propaganda racista.

Hernani Francisco da Silva – Afrokut

http://negrosnegrascristaos.ning.com

Anúncios

Sobre mundosofismo

Somos educadores populares e acreditamos na teoria de educação freirena, este espaço se destina a comunicação popular nas mais variadas mídias e formas. Buscamos colaborar com a liberdade de expressão através da defesa absoluta da democratização da mídia, colaborando com causas e movimentos e seus protagonistas nas lutas em todas os meios inclusive através do ciberativismo em Rede Mundial de Computadores.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Vejamos cincos exemplos de propagandas explicitamente racistas de empresas e marcas famosas

  1. Débora Vaz disse:

    É interessante perceber que o caso da Bennetton é diferente, o Oliviero Toscani, publicitário responsável pela campanha, desejou fazer exatamente isso. Refletir o pensamento hegemônico. Perceba que a criança branca sorri, enquanto a negra olha assustada. Toda essa campanha é diferente do resto da publicidade mundial por seguir a fórmula inversa. Analisando superficialmente, de fato parece racismo, mas na verdade, a intensão é mostrar como a publicidade, às vezes tem racismo camuflado, o que não é caso, pois não há nada de camuflado na foto, o racismo é mais que explícito. Inclusive um dos livros mais polêmicos sobre publicidade, “A publicidade é um cadáver que nos sorri”, foi escrito pelo Oliviero.
    Abs!

    • Angélica Liaño disse:

      Boa observação, Débora! A Benetton fez a propaganda acima citada justamente p/ fazer as pessoas refletirem! Com certeza não é uma empresa racista!!!

    • Durando disse:

      O gerimunda, independente da publicidade ser direta ou não, é crime e não deve acontecer…. espero que entenda e que não se manifeste novamente com ideias furadas..

      • mundosofismo disse:

        Concordo plenamente Durando, pois a publicidade também precisa respeitar e promover a tolerância e as pessoas independente de sua cor, credo, opção sexual…

  2. Pingback: Rádio Cirandeira Ultrapassa as 200.000 visualizações | Rádio Cirandeira

  3. Carlos Eduardo disse:

    Atualmente temos algumas empresas nacionais que insiste em manter os afros descendentes ocultos. A propaganda do mercado Pão de Açúcar que passa na tb a cabo so mostra brancos ou loiros e até os atendentes do mercado são todos brancos! Como pode um mercado situado no Rio de Janeiro,onde existe maioria afros descendentes ?

  4. Ariani disse:

    E se no lugar da mulher negra da Devassa fosse uma loira e a frase se referindo a uma loira ai ninguém veria problema ne,? Só é desrespeito se for com uma mulher negra?

    • SamyShinigami disse:

      Você já viu outras propagandas da Devassa Ariani? Digo, as anteriores a essa? Se sim, compreenderia o porque de estarem considerando-a não apenas racista, mas extremamente desrespeitosa….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s