Milhares de pessoas vão as ruas na Espanha contra as reformas trabalhistas

Dezenas de milhares de pessoas, mais de meio milhão, de acordo com os organizadores, 50.000, de acordo com fontes policiais, têm apoiado maciçamente a manifestação convocada pelos sindicatos CCOO e UGT nas ruas de Madrid para protestar contra reformas trabalhistas e cortes . Esta é a maior mobilização dos sindicatos na capital nos últimos anos, maior até que a ocasião convocou a greve geral de 29 de setembro.
Os secretários gerais da UGT e CCOO, Ignacio Fernández Toxo e Mendez Candido, que têm liderado este evento, explicou que os protestos que ocorrem em 57 cidades espanholas não procuram o confronto, mas para corrigir o decreto reforma trabalhista aprovada pelo Governo. Um executivo que, aliás, já indicou que respeite os protestos, mas continuará com as reformas.
Como esperado, durante a marcha foram ouvidos os primeiros gritos de uma greve geral, um ano e meio após a última. Dias antes, os sindicatos havia deixado claro que iria convocar uma nova greve geral até que encontramos o “humor” direito entre os cidadãos. A demonstração de Madrid começou ao meio-dia no caminho de Plaza Neptuno da Praça de Cibeles e inicializado em um ambiente calmo em que os gritos e palavras de ordem principais, foram lançados pelos manifestantes bloco críticas 15M, que pediram a convocação de uma greve geral, como aconteceu na Grécia.
Aquecer os espíritos
Embora, como tem vindo a cobrir a turnê, o afluxo de pessoas aumentou e os gritos e cânticos de slogans. Assim, durante a marcha foram lidos cartazes com slogans como “Scraps zero para o banco eo clero ‘ou’ Você, meu loot crise”. Havia também mensagens a favor da lei de dependência e algumas bandeiras republicanas da cor vermelho habitual dos sindicatos. Também tem sido capaz de ver pessoas carregando imagens dos presidentes e CEOE Cepyme, Juan Rosell e Compensados Jesus, com uma mensagem: “O que você está rindo?” E também uma bandeira onde se lia “espanhol, Franco está de volta “,
A demonstração foi acompanhada pelo ex-ministro do Trabalho, Valeriano Gomez, o porta-voz do PSOE no Congresso, Soraya Rodriguez, eo coordenador geral da IU, Cayo Lara, que dirigiu a sua própria bandeira. Seção do partido da juventude tem sido acompanhado cantando “Greve Geral”.
Servindo empresários
Durante a marcha, o grande afluxo de pessoas fez com que o cabeçalho, que foram os secretários gerais da CCOO e UGT não poderia continuar com a demonstração em Plaza de Cibeles. Os organizadores ea organização teve que abrir um corredor para a Puerta del Sol, onde os representantes do Espaço da Juventude leu um manifesto contra a reforma trabalhista. O manifesto diz que a reforma trabalhista aprovada pelo governo não servirá para criar empregos e “o seu objetivo é colocar no mercado de trabalho de servir a empresa e desregulamentar as relações trabalhistas.”

Tradução: Alessandro Maia

Fonte: http://www.diariovasco.com/rc/20120219/mas-actualidad/economia/sindicatos-miden-fuerza-contr-201202190135.html

Anúncios

Sobre mundosofismo

Somos educadores populares e acreditamos na teoria de educação freirena, este espaço se destina a comunicação popular nas mais variadas mídias e formas. Buscamos colaborar com a liberdade de expressão através da defesa absoluta da democratização da mídia, colaborando com causas e movimentos e seus protagonistas nas lutas em todas os meios inclusive através do ciberativismo em Rede Mundial de Computadores.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Milhares de pessoas vão as ruas na Espanha contra as reformas trabalhistas

  1. Pingback: Rádio Cirandeira Ultrapassa as 200.000 visualizações | Rádio Cirandeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s