Pastores pentecostais tocam fogo em templos indígenas no Brasil. “Urucum é bosta do diabo”

Ras Adauto da ppaberlim, nos alertou sobre a grave situação em que vivem os Guaranis no Mato-Grosso do Sul: “A luta dos índios guaranis no Mato Grosso do Sul para preservarem suas tradições religiosas  necesssita de intervenção do governo federal,  suas práticas religiosas estão sendo acintosamente satanizadas pelas seitas pentecostais.”

O 25 mil índios que ainda restam na região em que eles foram donos, estão sendo vítimas no momento de um massacre e genocídio cultural. 36 igrejas pentecostais  concorrem entre si pelas almas indígenas, somente em uma reserva com 12 mil indios em Dourados.

Os indígenas já não podem nem mais usar urucum, pois segundo os pastores das igrejas, a tinta  usada pelos indígenas para cobrir seus corpos, é “bosta” do diabo.

Reportagem de Fábio Pannunzio para a Rede Bandeirantes de Televisão.

Fonte: http://mamapress.wordpress.com

Sobre mundosofismo

Somos educadores populares e acreditamos na teoria de educação freirena, este espaço se destina a comunicação popular nas mais variadas mídias e formas. Buscamos colaborar com a liberdade de expressão através da defesa absoluta da democratização da mídia, colaborando com causas e movimentos e seus protagonistas nas lutas em todas os meios inclusive através do ciberativismo em Rede Mundial de Computadores.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Pastores pentecostais tocam fogo em templos indígenas no Brasil. “Urucum é bosta do diabo”

  1. Jaqueline disse:

    O problema não é o candidato ser evangélico, católico, ou seja, lá o que for; a questão é o cidadão, que foi eleito para REPRESENTAR O POVO, ter a atitude não ilegal; mas imoral de querer impor seus princípios religiosos, usando, desse modo, o Estado como instrumento de repressão, ao direito a pluralidade. Anotem o nome dessa galera – o voto tem poder!!!

  2. marinalva disse:

    É preciso ter cuidado quando julgamos todos por um, aí foi colocado todo seguimento pentecostal como seita, por causa de uma atitude radical de uma determinada denominação, a reportagem entrou de pau em todo seguimento, não dando direito de defesa aos que discordam dessa prática, percebemos que nessa reportagem ninguém está preocupado com os índios drogados e alcoólatras provavelmente por este motivo são os recordistas mundiais em suicídio, agravado ao fato de que índio é gente, e estamos no século XXI, esses jovens índios precisam ter ocupação, com a tecnologia atual não se deve privá-los de ter acesso a estudo, desenvolvimento pessoal e profissional, e mudarem de vida. Isso de preservar cultura indígena, e manter os índios como eram quando os portugueses chegaram no Brasil é de certa forma uma forma de escravizar o índio a um conceito europeu do que é ser índio, também é desculpa de um País que não investe na educação do seu povo, que não lhes interessa que vejam com mais nitidez o que é jogado debaixo do tapete. O certo seria dar melhores condições de existência, tanto a índios como aos pobres não indÍgenas, Tanta coisa errada nesse país pra se denunciar, essa emissora agora quer incentivar a intolerância religiosa a partir de um infeliz episódio. Por que não procura bons exemplos de igrejas pentecostais que fazem obra social, que recuperam drogados, que tiram pessoas das ruas. Eu sou pentecostal, conheço muita gente boa, inteligente bem sucedida que são de igrejas pentecostais, são muito úteis a sociedade, como representante desse seguimento digo que essa reportagem foi muito infeliz e preconceituosa.

    • EUGÊNIO disse:

      Parabens, Marinalva vocé falou tudo e provou que falta educação pra os índios e muito mais para o jornalista.

    • mundosofismo disse:

      A igreja sempre tentou domesticar as comunidades tradicionais, o fato de ser uma ou outra denominação pentecostal não atinge a todas as denominações, não foi uma generalização, apenas uma classificação real e concreta que não pode deixar de ser dita.
      A reportagem é séria caso contrário não estaríamos dispondo ela no nosso blog, confiamos que os indígenas sabem o que é melhor pra eles, se a vida isolada ou com a dita “civilização e tecnologia” que levou antes ao extermínio de culturas inteiras com a chegada dos portugueses e hoje pelo uso de drogas modernas trazidas pela humanidade civilizada branca.
      Ainda gostaríamos de agradecer vosso comentário e afirmar que alcoolismo e drogadicção são doenças de nossa sociedade e são típicas de nossa sociedade “evoluída, tecnológica, civilizada” e completamente decadente.
      A liberdade de expressão deve e vai ser defendida apesar das várias formas de fundamentalismos religiosos, intolerâncias e não acitação da verdade e da diversidade.
      Com o perdão da palavra, nos desculpem as denominações que não tem nada a ver, mas esses pentecostais que desrespeitam os direitos e cultura indígenas, são tão criminosos quanto os católicos com a inquisição.
      Apenas gostaria de ressaltar que o papa recentemente pediu desculpas a humanidade pelos crimes praticados ao contrário de algumas denominações pentecostais que preferem acusar quem denuncia atividades criminosas de determinadas denominações pentecostais, preferindo o silêncio à verdade. Mostra que o fundamentalismo é um perigo, quando a religião ou a denominação religiosa tem uma verdade maior que a própria verdade acontecida, o fato o real, ai temos todas as condições para que violências aconteçam em nome da religiosidade e da fé.

      Vamos continuar falando a verdade e defendendo os direitos das comunidades indígenas, doa a católicos, protestantes, budistas, induístas, muçulmanos, judeus independente da denominação religiosa. Viva o direito de falar a verdade.

      Antes de publicar essa matéria mostrei a um pastor pentecostal que se disse envergonhado pelo que se faz em nome de Deus e que a verdade deveria ser dita, pena que os intolerantes não consigam ter essa compreensão.

  3. Fernando Motta disse:

    Deviam ter tacado fogo com eles ( os indios ) dentro, assim acaba de uma vez com esse bando de vagabundo, e mais uma centena de ongs , funai e ativistas desocupados, que ficam recebendo dinheiro publico que sai do meu imposto pra ficar protegendo um povo que prostituem filhas, crianças de 9, 10 11 anos em troca de cachaça. Lava a a cara Brasil , tira a mascara

    • JOSUE MACHADO disse:

      EI CARA VC TENS MERDA NA CABEÇA, VC VE O TEOR DAS PALAVRAS Q VC INCITA.
      MUITO ANTES DE VC EXISTIR ELE POVOAVAM ESSA TERRA, ACHO Q VC ESTUDOU HISTORIA UMA POUCO, MAS BRANCOS SAFADOS, Q EU ACHO Q VC DEVE SER UM, SIMPLESMENTE OS TIRARAM A FORÇA, POR ISSO Q ELES DEPENDEM DE NOSSO GOVERNO HOJE, O RESTO VC SABE. BURRO

  4. JORGE ALVES disse:

    Atenção Presidente Dilma!!! Veja o que estão fazendo com os donos legítimos do Brasil!!! Reaja e expulse esses exploradores desumanos das terras dos índios.

  5. Pingback: Rádio Cirandeira Ultrapassa as 200.000 visualizações | Rádio Cirandeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s